quarta-feira, março 05, 2008

HP Pavillion série dv6000: mais do que um notebook, uma epopéia.

Aviso: não compre nenhum notebook HP da série dv6000. Explicações a seguir.

Há mais ou menos um ano atrás (março de 2007) comprei um notebook que eu já vinha acompanhando. Era um HP Pavillion dv6110 que estava em promoção num preço ótimo (para a época, hoje eu compraria um três vezes melhor com o mesmo valor). Feliz da vida, fui para casa.

Com a nova aquisição, minha vida mudou para melhor. Podia trabalhar em qualquer lugar, não tinha mais que esperar chegar em casa, podia passar mais tempo com Andréia. Otimizei o meu tempo de trabalho na secretaria (computador de órgão público quem conhece sabe que é uma grande merda, todos bichados e cheio de bugs) e até sobrava um espaço para eu fazer alguma coisa pessoal. Mas quando eu chegava em casa ainda tinha que usar meu velho (e cansado) micro para acessar a internet.

No começo deste ano uma nova era começou quando eu comprei um roteador wireless. Desde então meu notebook ficou online e mudei o desktop de lugar, deixando a mesa livre e aumentando o espaço do quarto. Até aqui só qualidade de vida.

Desde o mês passado para cá a coisa virou. Um dia eu acordo e a placa wireless do meu notebook deixou de existir. Como assim? Não sei. Ou não sabia naquele momento. O fato é que fiquei intrigado e fiz todos os procedimentos-padrão:
reiniciar o computador, reinstalar os drivers, localizar o hardware, reinstalar o windows, chorar, ler "O Segredo", ligar pra minha mãe, rezar, implorar, pensar positivo, pedir pra sair, dar banho de carqueja, lavar com água e sabão, dar beijinho para sarar, pular sete ondinhas, chamar o Raul, ouvir a benção do Padre Marcelo, botar o notebook atrás da geladeira, esfregar com pano úmido, beber leite morno, usar com moderação, não expor ao sol, deixar em local ventilado, ligar pro Uri Geller, chutar que era macumba, fazer a dança do siri.
Enfim, tudo que foi possível. Nada adiantou.

Até aí nem era tão grave assim. O computador estava na garantia, e talz. Quando tivesse um tempinho, levava na autorizada. Alguns (poucos) dias depois, a tela começa a dar uns problemas, com a imagem sumindo às vezes mas logo voltando. Aí sim, tive que apelar para o oráculo de todas as eras, repositório de todo o conhecimento humano, que os infiéis chamam simplesmente de Google. Na minha pesquisa encontro uma enxurrada de mensagens em um fórum com vários usuários do mesmo notebook, e com os mesmos problemas. Aliás, para meu desespero descubro que esse é apenas o começo da derrocada e conseqüentemente do sucateamento do meu dispositivo notebucal. Depois disso virão travamentos, tela preta, bipes ao ligar, apagamento das luzes e por fim... bem, as lágrimas não de deixam continuar. Pelo que dizem, aliás, é um problema sem reparo, porque uma solda foi feita de forma inadequada e o aparelho pode ou não funcionar direito após a tentativa de conserto.

Alguns momentos de choque depois, continuo a minha pesquisa. Leio no site da HP USA que eles estão recebendo todos os notebooks desta linha para reposição e oferecendo uma garantia estendida de 24 meses. Aliviado, imprimo o documento e ligo para o suporte HP no Brasil. Em 26 meros minutos de musiquinha insuportável eu sou atendido pelo sr. Vinícius (sim, eu lembro do seu nome) que me pergunta se eu adotei os seguintes iniciativas:
reiniciar o computador, reinstalar os drivers, localizar o hardware, reinstalar o windows, chorar, ler "O Segredo", ligar pra minha mãe, rezar, implorar, pensar positivo, pedir pra sair, dar banho de carqueja, lavar com água e sabão, dar beijinho para sarar, pular sete ondinhas, chamar o Raul, ouvir a benção do Padre Marcelo, botar o notebook atrás da geladeira, esfregar com pano úmido, beber leite morno, usar com moderação, não expor ao sol, deixar em local ventilado, ligar pro Uri Geller, chutar que era macumba, fazer a dança do siri.
Em seguida o digníssimo atendente me informa não saber sobre esta tal mea culpa da empresa. Falo, explico, digo que vi no site da HP...

Ele: Qual HP?
Eu: A HP americana.
Ele: Ah, certo. Esse documento se refere aos notebooks montados lá, o seu notebook foi montado aqui no Brasil.
Eu: Mas são as mesmas peças, e os sintomas são os mesmos descritos do site da HP USA.
Ele: Pode ser uma coincidência.
Eu: A mesma linha, os mesmos sintomas?
Ele: O sr. pode encaminhar o notebook para a autorizada e examinaremos o seu caso.
Eu: E a garantia estendida de 24 meses?
Ele: Damos garantia de apenas três meses, e só pelas peças.
Eu: Quanto tempo para me darem uma resposta?
Ele: De 10 a 14 dias.
Eu (pensando): Taquepariu!

Daí em diante foi estresse total. Procurei ver no PROCON se eu não podia fazer alguma coisa, já que a HP dos EUA e da Europa admitiram o problema, mas nada. Pensei em procurar um juizado de pequenas calças (sic), pensei em deixar o notebook para conserto-e-seja-o-que-Deus-quiser. Enquanto decidia, voltei aos fóruns e procurei saber quantos tinham tido a mesma encrenca com o suporte HP Brasil, e descobri que eram em torno de 183.987.291 pessoas.

Mas como a Lei da Atração é mãe não é madrasta, no dia seguinte ao meu contato com a HP Brasil, a mesma publica uma declaração no site repetindo tudo que o resto do mundo já sabia, e avisando dos reparos sem lenga-lenga e da minha garantia estendida de 24 meses! CHUPA, VINÍCIUS!

Continuo tendo que ficar de 10 a 14 dias sem o computador, mas pelo menos tenho a certeza de que vão fazer o reparo já sabendo do que se trata, e de que se der merda, trocam/refazem tudo de novo quantas vezes for preciso. Melhor era não existir o problema, mas pelo menos estão tentanto resolver de alguma forma.

Infelizmente, todo esse ocaso (sem contar uma impressora quebrada que eu tenho em casa) me fez criar um certo ranço pela HP. Estava pensando nos últimos meses em comprar um desktop da marca por causa da grife e da garantia que o nome me transmite transmitia, compra essa que foi abortada pelo recente ocorrido. É pena que uma empresa como a HP do Brasil tenha tanta inércia para assumir um erro causando enorme constrangimento aos consumidores.

Bom, mas o fato é que agora estou tranqüilo, usando um cabo de rede jurássico para conectar o notebook enquanto termino os últimos trabalhos antes de mandar o coitado para a assistência.

Então me deixem trabalhar, caramba!
P.S.: Já repararam que todos os meus posts ultimamente tem um P.S.? Por que será eu acho isso tão engraçado?

14 comentários:

Cleyton disse...

Gley, meu note hp está com o mesmo problema. Já mandou o seu para a assistência?

Abç.

Gley disse...

Não, ainda estou com a wireless quebrada, mas até agora o problema não evoluiu. Então, como sempre, estou empurrando com a barriga.

Assim que desatolar de trabalho eu deixo ele para conserto.

Dougrasu disse...

Mandei o meu Pavillion pra assistencia, na verdade um posto de coleta aqui em Florianópolis. Eles mandaram pra HP em SP e levaram 35 dias pra me mandar de volta.

Como o código do consumidor diz que a empresa tem no máximo 30 dias pra me devolver o produto, no 31º dia fui no procon. Posso escolher um novo ou o dinheiro de volta (R$3.000), que hoje dá pra comprar um bem melhor.

Quanto tempo deve levar pra eles me devolverem o dinheiro?

O Pc tá la na assistencia, supostamente consertado, mas vai ficar lá, pois não quero mais. Quero meus direitos...

Anônimo disse...

Dougras estou com o mesmo problema, gostaria saber aonde foi que tu levou teu laptop em floripa e se é verdade isso da extensao da garantia por 24 meses

valeu

SIUKET disse...

Oi Gley, gostaria saber onde vc viu isso da extensao da garantia...meu lapto começou tb com o wireless e agora da problema na hora de ligar...estao querendo me vender uma placa mae... emfim se tu puderes me mandar o site onde tem isso da garantia vou agradecer

valeu

Daniela Juliana disse...

oi
pelo amor de deus onde vc viu esse documento no site da hp, eu comprei omeu lah..
valeu...

Cleyton disse...

Prezados,
Segue o link "http://h10025.www1.hp.com/ewfrf/wc/document?docname=c01319037&cc=br&lc=pt&dlc=pt&product=3434529&dlc=pt&lang=pt"
Tb entrei com uma reclamatória no Procon, agora é só esperar a audiência.

Gley disse...

Bom, além do endereço que o Cleyton postou, se vocês prestarem atenção no próprio post, a palavra "declaração" é um link para a dita-cuja.

Agradecendo a audiência,
boa sorte a todos.

Leonardo disse...

Caras, to morrendo de rir aki! pela tarde deu pau na placa wireless do meu hp, eu pensei que fosse algum pro com um virus que trojan que eu tinha pego, deixei para concertar a noite, assim que xego em casa me lembro que a HP tem garantia extendida e pensei logo em comprar so por garantia. A noite tava eu la no google fazendo uma pesquisa sobre garantia extendida e encontro esse blog com essa noticia, quando assimilo o pro do modelo com o do meu laptop quase da uma dor, vou correndo pra assistencia. AAAAAAAHHHHHHHHHhh eu quero um note nooooovo!!!!

Cleyton disse...

Alguém já recebeu o dinheiro ou outro note da HP depois de feito acordo com no Procon?

Sds

Luiz Felipe - lfungericht@hotmail.com disse...

Olá, comprei o meu DV6040 no paraguay... vcs sabem o que poço fazer?
Estou com os mesmos problemos, mas já no estágio avançado.
Já foi arrumado (soldas refeitas) funcionou mais um tempo e agora mortinho da silva.

David disse...

Cara o seu blog me ajudou, e estou agredecendo e passando pra vcs minha experiencia. O meu laptop ficou rebutando com tela preta nada entrava, pesquisei e achei seu blog, liguei para hp e eu tava no programa da garantia extendida. Mas nem foi preciso utilizá-la. O Técnico da HP pediu pra tirar a bateria e o cabo de alimentação e tudo que estivessse conectado no lap aí ele me pediu pra ficar com o dedo no power por um minuto. Pensei esse cara tá de sacanagem com a minha cara... pediu pra ligar na fonte e ligar o laptop funciou tudo... C não fosse seu blog eu ia perder um troco na manutenção. Obrigado e espero que a minha experiencia ajude alguem um abraço.
Davi (HP dv6000)

Anônimo disse...

A placa wireless do meu laptop dv6000 simplesmente parou de funcionar,depois de 1 ano de uso, mas felizmente o resto tá funcionando corretamente. Agora com quase 2 anos de uso gostaria de consertá-la. Alguém pode me informar o número da assistência da hp em BH.

MARCELO disse...

EU TENHO UMA HP, OU MELHOR, TINHA QUANDO PRESTAVA, MAS ELE TEM UMA VANTAGEM QUE NENHUM CONCORENTE TEM.
NÂO RESOLVE O PROBLEMA NÂO JUSTIFICA E O PROBLEMA E DE QUEM TEM O HP.
ELE APRESENTAVA Os MESMO PROBLEMAS QUE TODOS, POREM A HP RESOLVEU O PROBLEMA.
POR UM DETERMINADO PLAZO, FOI FEITO A TROCA DA PLACA MAE POR UMA NOVA QUE FUTURAMENTE TERIA O MESMO PROBLEMA.
E SORTE DA HP ELA CONSEGUIU APENAS ME FAZER FICAR MAIS BRAVO.
TEVE O MESMO PROBLEMA, E EU ESTAVO COMUNICANDO O QUE SE PASSAVA E QUE QUEIMARIA A PLACA MAE.
A HP SO NECESITA QUE O PRAZO DA GARANTIA VENCE.
EU ADOTEI A SEGUINTE FORMA DE VER AS COISAS HOJE.
EU NÃO COMPRO NENHUM TIPO DE PRODUTO DA HP, SE QUALQUER PRODUTO TIVER
PARTIPCIPAÇAO DA HP EU NÃO COMPRO E JAMAIS TEREI INTERECE EM QUALQUER PRODUTO DA HP. MESMO QUE SEJA UMA AGULHA.
PORMFALTA DE RESPONSABILIDADE DA HP COM O COMPROMISSO COM OS BRASILEIROS
SOU MAIS UM QUE NÃO ADQUIRO NENHUM TIPO DE PRODUTOS.